Bandidos tocam o terror na fronteira com o Paraguai

Segundo O Estadão, com metralhadoras e fuzis, esquadrão do crime bloqueou ruas, incendiou veículos e disparou rajadas contra prédios - um policial foi morto; PCC ou CV são suspeitos Ao menos 30 homens com armas de guerra invadiram o prédio da empresa de valores Prosegur, explodiram cofres e levaram ao menos R$ 100 milhões, na madrugada desta segunda-feira, 24, em Ciudad del Este, cidade paraguaia na fronteira com o Brasil. Segundo do país vizinho, este pode ter sido o maior assalto da história do Paraguai. Armados com fuzis automáticos e metralhadoras ponto 50, os criminosos bloquearam ruas, incendiaram veículos e dispararam rajadas contra prédios públicos. (Com Estadão)

Comentários