Prefeitura gasta mais de R$ 87 mil em cachês para cantores


Além de moer quase meio milhão de reais com iluminações natalinas, a prefeitura desgovernada por Marcelo Rangel e seus secretários-selfies, através da Secretaria de Cultura, sob a modalidade: INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO, está moendo mais de R$ 87 mil com shows. R$ 51 MIL PARA GUILHERME ARANTES. R$ 36 MIL PARA MOACIR FRANCO, além de mais dinheiro para "artistas menores" e apresentações locais. 


A inexigibilidade está prevista em Lei. ok. 

Mas, o povo se pergunta, se o dinheiro gasto com cachês, não poderia ser investido em algo mais útil para a comunidade?

Rangel gosta de pirotecnia, de selfies, de circo, pois isso,  claramente é mais uma forma de fazer propaganda da própria imagem política por tabela, com dinheiro do povo. 

E a vice? Servindo de ornamento, como sempre. 

Comentários